Canela Foto Workshops

Foto: Dudu Contursi

O Canela Foto Workshops, nestes 16 anos de atividade, procurou ser criativo, compartilhar idéias, conhecimento e inovação, além de buscar estabelecer um diálogo permanente com o passado e o futuro da fotografia.

Sempre buscando uma identidade própria, desde o início estivemos abertos a todas as vertentes da fotografia – do fotojornalismo até a fotografia fine art, passando por quase todos os tipos de produção de imagem fotográfica, como fotografia social, bancos de imagens, publicidade, fotografia aérea, imagem em movimento, novos e antigos processos experimentais, escambo fotográfico, fotografia de moda e tantas outras atividades ligadas direta ou indiretamente à fotografia.

Estiveram em Canela, além de renomados fotógrafos nacionais e internacionais, alguns dos maiores pensadores da fotografia brasileira, importantes curadores, divulgadores culturais e professores de fotografia, galeristas, colecionadores e artistas visuais, além de outros profissionais de suma importância para o exercício da fotografia.

Por sua importância na formação de fotógrafos, buscamos manter forte ligação com todas as instuições de ensino do RS. Escolas independentes e universidades, várias delas como apoiadores e patrocinadores do evento. UCS, ESPM, UNISINOS e Escola Fluxo são parceiros relevantes para nós, bem como todas as outras escolas  já estabelecidas ou que surgem a cada ano no RS.

Os mais importantes Festivais de Fotografia do Brasil e América Latina tiveram voz no CFW através de seus organizadores. Trouxemos para Canela representantes de importantes Instituições ligadas à fotografia, como a Maison Europeenne de La Photographie – MEP, Abrafoto, Arfoc, Rede de Produtores Culturais em Fotografia e Alasul, entre outras.

Algumas das indústrias mais importantes do mercado estiveram (e estão) ao nosso lado como, por exemplo, MAKO, Kodak, Fujifilm, Dina Fotográfica, Soma Informática, Go Image, Viacolor, Versus e outras.

Pela relevância que estamos construindo, ano após ano, a grande mídia cede espaços preciosos em programas de TV e rádio, jornais regionais e nacionais, revistas especializadas. E, claro, grande divulgação espontânea em redes sociais e grupos de fotografia.

Editamos livros, folhetos, catálogos e produzimos centenas de exposições, vestindo a cidade de Canela de imagens poderosas de fotógrafos reconhecidos e novos talentos (que tem espaço, por exemplo, na Convocatória anual do festival).

Criamos um dos mais importante projetos da fotografia brasileira, ainda carente de maior apoio da comunidade fotográfica nacional: o Canela Instituto de Fotografia e Artes Visuais. Através do Instituto pretendemos oferecer à sociedade uma escola de criatividade baseada na liberdade de expressão e idéias, que será construida em uma área nobre da cidade de Canela. Um ambiente peculiar onde convidaremos o público a vivenciar uma experiência única em termos de produção de imagem e preservação de memória no Brasil. Temos, também, a pretensão de transformar as Ruínas do Cassino de Canela em um lugar onde a fotografia contemporânea brasileira possa ser preservada e disponibilizada para pesquisa e estudo. Projeto que já foi apresentado e aclamado em alguns dos mais importantes eventos ligados à fotografia no Brasil e no mundo.

Um sonho – e um grandioso esforço – que não vamos desistir de realizar.

Todavia nada disto seria possível se o grupo que se reuniu há mais de quinze anos atrás não permanecesse unido até hoje. Cada um, dentro das suas possibilidades pessoais e profissionais, colabora para que este projeto possa evoluir e virar uma realidade. Cada um busca, incessantemente, nos seus amigos e parceiros mais colaboradores, formando uma rede de amigos da fotografia para divulgar nosso projeto, disponível para consultas em nosso novo site – www.canelainstituto.com.br

Só temos que agradecer e convidá-los a seguirem conosco.

Muito obrigado, amigos!

 

Canela Instituto de Fotografia e Artes Visuais